Avalie o site

Justiça do DF manda soltar Joesley Batista

News3

São Paulo – A 12ª Vara da Justiça Federal de Brasília mandou soltar o empresário Joesley Batista, que estava preso preventivamente desde setembro do ano passado.

Ele terá que entregar o passaporte e está proibido de deixar o país. Além disso, deve comparecer a todos os atos do processo e manter seus endereços atualizados em cadastro judicial.

A decisão do juiz Marcus Vinicius Reis Bastos também se estende a Ricardo Saud.

Joesley estava preso por decisão do ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), após manifestação do ex-procurador-geral da Republica Rodrigo Janot em meio ao pedido de rescisão da delação premiada de executivos da J&F.

A expectativa da defesa do empresário, segundo declarações do advogado André Callegari à Reuters, é que ele seja solto ainda nesta sexta-feira. Ele está detido em São Paulo.

Recentemente, o Superior Tribunal de Justiça (STJ) revogou a prisão preventiva de Joesley e do seu irmão, Wesley Batista, no processo a que ambos respondem por uso de informação privilegiada.

Compartilhe:

Deixe seu comentário