Avalie o site

Claudia Leitte é condenada a pagar R$ 382 mil por direitos trabalhistas

News3

A cantora Claudia Leitte e a Ciel Empreendimentos, produtora que gerencia a carreira dela, foram condenadas a pagar direitos trabalhistas a um ex-guitarrista da banda, que trabalhou entre 15 de agosto de 2009 e 15 de março de 2014. O processo já transitou em julgado e não cabe mais recursos.

Procurada pela da Record TV Itapoan, a assessoria da artista e da Ciel respondeu que não se manifesta sobre assuntos jurídicos.

Após a decisão judicial, a empresa terá que fazer o registro do emprego na carteira de trabalho, além de pagar aviso-prévio, férias, 13º salário, multa de 40% do FGTS e seguro-desemprego. Porém, foram negados pela Justiça pedidos de dano moral e horas extras, e julgado sem resolução de mérito o pedido de adicional de insalubridade.

A cantora recorreu da decisão e alegou que o músico não tinha contrato de exclusividade com ela e que apenas prestava serviços como guitarrista. No entanto, a 5ª TRT-BA (Turma do Tribunal Regional do Trabalho da Bahia).


Compartilhe:

Deixe seu comentário